terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Como orar?

Não pensem que vou apresentar uma receita ou uma fórmula, pois seria uma pretensão!
Não tenho essa beatitude. Talvez passe minha existência inteira sem alcançá-la.
Mas, sou uma pessoa que busco a minha melhora moral e espiritual e o tema oração e como fazê-la tem me despertado profunda atenção nos últimos tempos.
Sem entramos na questão da religião a ou b, o que há em comum em todas é o fomento ao hábito da oração, sendo ela um bálsamo para a alma e o melhor remédio nos momentos difíceis. É também a melhor forma de agradecimento e o meio pelo qual nos aproximamos de Deus.
Foi esta reflexão que me fez perceber o quanto passei um bom tempo da minha vida rezando de forma errada. Em primeiro lugar não tinha hábito, rezava quando me convinha, apenas para pedir algo que eu considerava importante. Esse algo geralmente era egoísta, atendia apenas aos meus desejos pessoais e por muitas vezes prejudicava ao próximo.
Nas minhas orações eu era a vítima do mundo. A injustiçada. Minhas indagações eram: Senhor porque eu? Senhor porque comigo? Senhor eu não mereço... Quanta prepotência!!! Eu achar que não merecia...isso só mostrava que eu não tinha uma fé verdadeira, porque quando a gente tem fé, deve ter também resignação, ou seja, buscar a aceitação do problema e buscar compreender a lição que pode ser tirada daquela situação difícil.
Outra mania de quem assim como eu não sabia orar é a de pensar que somos filhos únicos de Deus. Sim, como se ele fosse só nosso e fosse atender apenas o nosso pedido, mesmo que para isso o outro seja prejudicado. Outra ignorância, pois o Pai é infinitamente soberano justo e bom e jamais vai castigar alguém pelo nosso bel prazer, como um pai aqui na terra jamais faria, pois ama seus filhos de maneira igual e sem distinções.
O que eu quero dizer, em outras palavras, é que não adianta ajoelhar, cruzar as mãos e orar só nos momentos de aflição. Não adianta recitar orações prontas e o coração ou a cabeça não estarem em harmonia com cada palavra proferida.
Não adianta pedir: “Deus, mostra para fulana que ela está errada e eu certa. Ou castiga a fulana porque ela me fez mal”; Não adianta porque Deus ama a fulana também, do mesmo modo que te ama e jamais vai “castigá-la” para te ver feliz, ou vice-versa. Isso eu aprendi lendo o maravilhoso livro “A Cabana” de William P. Young, quem tiver a oportunidade o leia.
Temos que também ter a habitualidade. Orar pela manhã para higienizar a alma. Orar sempre com o amor e, especialmente confessar-se como nos propôs Santo Agostinho. Mas esse confessar-se não é estar em frente a uma autoridade religiosa e admitir os erros. É do interiorizar-se, do reconhecer-se, do admitir-se. Ou seja, é o autoconhecimento, é buscar a compreensão do porque as coisas que estás pedindo nas orações não estão acontecendo... afinal, a vida é simples: a gente planta a gente colhe. No momento que compreendemos que a gente tem exatamente o que merece, entendemos como funciona a dinâmica dos acontecemos, aprendemos sobre a causa e o efeito e principalmente a nos conhecermos e irmos para uma oração de coração aberto, cientes, sem posição de vítima ou com egoísmo. Com certeza a partir daí começaremos a orar de uma nova forma!
É importante também isso começar na infância, por incentivo dos pais. Ouvi já de várias crianças que elas não sabem rezar. Me responderam que não sabiam nenhuma oração. Falta de muitos pais mostrarem que orar é apenas conversar com Deus...falta cantarem a musiquinha que eu cresci ouvindo e que meus avôs cantaram para os meus pais...”mãezinha do céu...eu não sei rezar...só sei dizer...que quero te amar...azul é teu manto, branco é teu véu, mãezinha eu quero, te ver lá no céu...”
Nas orações peçamos ao Pai sempre força para aceitar e compreender os problemas e nunca para que ele nos livre simplesmente deles sem termos mérito...
Peçamos a capacidade de amar, de compreender e não do contrário, pois as pessoas têm que nos amarem por nossos atributos e não porque pedimos atenção exclusiva delas a Deus...
Peçamos que tenhamos tudo na medida certa, pois à medida que a carência de algo é triste, o excesso é desnecessário...
Peçamos especialmente capacidade de compreender que o esclarecimento, o crescimento espiritual e a aceitação (sem submissão) são os caminhos para a vida eterna...
E que assim seja. Boa oração, ou reza ou prece a todos nós, todos os dias, sempre que o coração pedir!!!


Reativando...


Já estava pensando em algum tempo em reativar meu blog, voltar a escrever sobre o que me aquece ou gela o coração. Escrever é a minha arte, o que talvez eu faça de melhor e como melhor me comunico também.
Já utilizei este espaço para tantas pautas, desde as notícias jornalísticas até as minhas inquietações pessoais. Penso que enquanto o que eu escrever servir ou for compreendido por uma pessoa sequer, estarei feliz, pois estarei atingindo o meu objetivo. Espero críticas, espero que discordem, espero elogios, enfim, porque vivemos numa sociedade democrática com “liberdade de expressão”.

Ao longo destes anos, meu humilde blog conquistou 25 mil visualizações. De amigos, inimigos, curiosos, servindo para as pessoas me conhecerem um pouco melhor pessoal e profissionalmente. Agora espero que os amigos prestigiem e principalmente interajam com esta jornalista, acadêmica de filosofia e que ama escrever. 

sábado, 13 de dezembro de 2014

Spencer Sports promove campeonato e encontro de carros no aeroporto de Candiota



            Será no próximo domingo, dia 21 de dezembro, o encontro e 1º Campeonato de Som e Rebaixados de Candiota. O evento acontecerá a partir das 9h no aeroporto às margens da Rodovia Miguel Arlindo Câmara (MAC) e será realizado pela Spencer Sports. Este é mais um evento realizado pela Spencer Sports, que sempre lota os eventos realizados na cidade.
Além do campeonato e encontro, haverá também mateada, brinquedos infláveis, praça de alimentação e distribuição de brindes. Vale ressaltar a importante de se levar gazebo e cadeiras para melhor acomodação e conforto no local.
          O evento, de acordo com o idealizador Alex Spencer, configura-se como atividade de desenvolvimento turístico e econômico, projetando a cidade na região e em todo o Estado. Segundo ele, o campeonato contará ainda com diferenciais, entre eles o de conscientizar os participantes acerca da direção segura e de educação no trânsito, neste sentido contando com o apoio do Detran/RS através do Projeto Balada Segura de Bagé e da Secretaria de Trânsito de Candiota, visamos alertar ainda sobre o uso de álcool e drogas.
              O campeonato é uma competição ferida através da Zona Sul Eventos, configurando-se em uma atividade que deverá envolver toda a região da Campanha e demais cidades da Metade Sul do Estado. Os eventos esportivos deste gênero estão conquistando cada vez mais espaço, sendo a Spencer Sports uma das percussoras na região.
Evento de caráter beneficente
             Nesta edição será cobrado um valor de R$ 5,00 de entrada para arcar com as despesas inerentes à organização e infraestrutura, entretanto, salienta-se o caráter beneficente, quando serão arrecadados brinquedos e alimentos, visando oportunizar um Natal mais farto para as famílias de baixa renda da cidade de Candiota. “Nossos eventos têm sempre esse caráter, pois como cidadão, me vejo no compromisso de retornar de alguma forma para comunidade todo o apoio que me foi sempre dado. Creio que se cada um fizer sua parte, poderemos proporcionar para muitas famílias e crianças carentes um final de ano mais farto e feliz”, destaca Spencer, agradecendo essencialmente a Eletrobras CGTEE por disponibilizar o espaço, compreendendo que esporte é integração e desenvolvimento.
         O evento tem como apoiadores a Secretaria de Trânsito de Candiota e Detran/RS e patrocinadores empresas e pessoas de Bagé e Candiota tais como a Tterrasul, Concessionária, CP Carper , Tolfo  Informática e Papelaria, Comercial Rodrigues, Invicta Suspensões, Richard Car Centro Automotivo, Pigatto Estética Automotiva, EV Auto Elétrica, Impackto Alto-Falantes, Mecânica Trevo, Shalom Utilidades e Presentes, BBS Suspensões, Suspenlifet Customizações Automotivas, Sieg, Global Serviços de Transportes e Restaurante, Extreme Films, Superauto Concessionária, Suspenson, Star Service Mineração, Rei das Peças, Autopeças Eletromec, Segurisul Monitoramento, O Varejão Materiais de Construção, Mercado Conquista, Loja Empório Econômico, Farmácia Formulativa, Posto Buffon, Clinicar Mecânica e Suspensão, Mecânica do Astengo, Fabrício Moraes, Leandro Branco, Juliano Corrêa, vereador Lelinho Lopes (Bagé),  vereador Gildo Feijó, vereador Marco Dal Molin, vereadoras Giselma Pereira e Andreia Range. Um histórico das atividades realizadas e fotos dos eventos podem ser encontradas no bloghttp://spencercandiota.blogspot.com.br.